Pular para o conteúdo principal

Postagens

Apoio de feministas dado às mulheres interesseiras sugere caráter misândrico do novo feminismo

Pode até não ser de fato, mas muitos falam que o novo feminismo parece uma forma de vingança contra o machismo que, infelizmente, fortalece com o neoconservadorismo e não dá sinais de que irá desaparecer. 

O desejo de punir machistas e o arrogante "emponderamento feminino" só reforçam o caráter misândrico do novo feminismo. As mulheres se veem como uma classe e sutilmente declararam guerra contra os homens, mesmo os não-machistas.
Mas outro fator joga mais lenha na fogueira da misandria do novo feminismo: o apoio que feministas tem dado a casos em que as mulheres se unem a homens por puro interesse financeiro. Não há nenhuma crítica feita às "pistoleiras" e há feministas que declaram ser totalmente a favor de uniões sem amor e com parasitismo financeiro por parte das mulheres.
O fato gera uma grande contradição com o que alegam as mulheres pois, além das mulheres se venderem como se fossem mercadorias, há o desejo de sugar dinheiros e benefícios dos homens como fo…
Postagens recentes

Mulheres cariocas são infiéis porque são interesseiras

É um mito, infelizmente comprovado na realidade, de que as mulheres cariocas são infiéis. Apesar de ser um mito conhecido, ninguém se preocupou em saber o real motivo disto. Nossa equipe resolveu pesquisar, ligando vários fatos, e chegamos a uma conclusão.
Por incrível que pareça, para entender tudo, é preciso partir do princípio de que o povo carioca adora diversão e consumismo. Por ser a capital cultural do país (a capital política é Brasília e a econômica, São Paulo), além de ser o reduto de celebridades e artistas por ser o centro midiático do país, é natural que isto influencie o estilo de vida de seus habitantes.
Cariocas querem consumir e consumir exige dinheiro. E dinheiro é dado por outras pessoas, necessitando de contato humano. Amizades, namoros e contatos profissionais são essenciais na obtenção de direitos, incluindo dinheiro.
Ou seja, as mulheres, numa sociedade de consumo, tem que se casar por dinheiro. Não que as mulheres fossem incapazes de conseguir ganhos próprios.…

Porque há gente insistindo no romance entre Neymar e Bruna Marquezine?

Há um imenso interesse de patrocinadores e fãs no relacionamento entre o superestimado jogador de futebol Neymar e a jovem atriz da Rede Globo. Ambos, em alta em suas respectivas carreiras, são imãs que atraem muita atenção do público e consequentemente muito dinheiro. Mesmo que o relacionamento seja uma farsa total. 
No país em que o futebol é confundido com dever cívico, é importante criar uma espécie de "herói" para que as massas incultas, e até mesmo as incautas, elejam alguém responsável para "melhorar o bom humor da população" como se estivesse trazendo dignidade e qualidade de vida a população. E este alguém, na temporada atual, se chama Neymar.
Um cara vindo das classes pobres  (o que agrada a esquerdistas) e que enriqueceu com rapidez (o que agrada a direitistas, sobretudo aos que defendem a meritocracia) parece ter sido a figura perfeita para representar o "herói" brasileiro. Acrescentemos a isso o fato de que Neymar se diverte como a maioria d…

Afinidade é fator dispensável para mulheres na escolha de parceiros

É uma ingenuidade acreditar que as mulheres escolhem seus parceiros por critérios que vão além de proteção e sustento. Há mulheres que escolhem seus homens fora de tais critérios, mas elas pertencem a uma minoria esmagada. Para grande maioria das mulheres o mais importante é escolher quem vai lhe dar dinheiro e proteção. O resto é supérfluo.
A afinidade de ideias, algo indispensável para o sucesso de um relacionamento, é frequentemente desprezada na hora de escolher um homem. A afinidade se limita quase sempre ao lugar onde os cônjuges se conhecem, como se o fato de ir a um mesmo lugar sugerisse uma sintonia de pensamento, o que é muito relativo e passível de não acontecer.
São muitos os casais formados por homens e mulheres que divergem em muitos pontos. Isso poderia ser tolerado se as pessoas estivessem dispostas a diálogo e a mudança de ideias. Mas numa sociedade que trata opinião como patrimônio e se recusa a mudar de ideia mesmo quando ela esta errada ou gera danos, nunca é bom …

Machistas choram, sem necessidade, da morte de Hugh Hefner

Há um falso mito de que os homens são todos unidos. E para reforçar este falso mito, os homens, em uníssono resolveram chorar juntos a morte de Hugh Hefner, fundador da revista Playboy, magnata, machista e digamos, pedófilo, pois só gostava de mulheres jovens (todas crianças ou não-nascidas quando ele era relativamente jovem).
Os textos que lamentam a morte do empresário o tratam como uma espécie de benfeitor e guru do hedonismo, como se a ganância capitalista (ele era magnata) e o machismo estivessem inexistentes ou se admitidos, não fosse considerados defeitos humanos.
Foi uma choradeira sem necessidade, pois qualquer um poderia ter feito o que ele fez: criar uma revista para o entretenimento masculino. Mas não há nada de humanitário nisso, pois entretenimento é fútil demais para ser tratado como um ativismo social.
O choro dos machistas pela morte de seu invejado guru é uma tolice e mostra que machistas são realmente imaturos, priorizam o lazer (como crianças que preferem brincar …

Apenas aspectos da personalidade masculina ligados ao sustento e à proteção interessam às mulheres

Analisando bem a maioria dos casais formados e a personalidade dos homens que se dão bem na vida afetiva, podemos facilmente concluir que grande parte das mulheres não estão nem aí para aspectos da personalidade masculina que não estão ligados ao estereótipo protetor/provedor. 
As mulheres não ligam se homens tem falhas de caráter, consomem drogas e outros excessos, e não tem nenhuma afinidade ideológica com elas. Tudo é válido, os homens podem ser as piores pessoas do mundo, desde que deem dinheiro, proteção e liberdade para estas mulheres. Sexo só quando elas quiserem e surra nem pensar (o que é justo, vamos concordar).
Mas fora isso, os homens podem fumar na cara delas, usar tatuagens ridículas, falar besteiras, xingar pessoas que pensem diferente, agredir, roubar, mentir, trair. Podem ter doenças venéreas contagiosas, vomitar na cara delas e roncar bastante. Podem inclusive amar aquelas músicas patéticas que tocam no rádio e serem mais afetuosos como o time de futebol pelo que to…

Homens querem mulheres inteligentes e de personalidade

Novidade nas regras sociais! Tombou de vez aquela crença antiga de que os homens preferiam as mulheres burras e submissas. Homem agora só quer saber de mulheres inteligentes, com classe, personalidade decidida e... acima de tudo passe longe de coisas bregas e recuse atitudes vulgares ou cafonas.
O que é mais estranho é que este tipo de mulher, tem numa personalidade autônoma, não-submissa e que não precisaria estar casada para viver normalmente, podendo muito bem viver sem homens. Do contrário que as mulheres que sobram hoje em dia, que claramente que necessitam de um bom cabresto a guiar, por estarem sozinhas, acabam falando besteira e cometendo muitas gafes, já que a sua personalidade frouxa depende de uma decisão masculina para chegar ao equilíbrio.
Mas os homens cansaram de sofrer pelas gafes das mulheres jecas, burras e vulgares e da ingenuidade das "donas de casa por vocação", que se recusam a ter uma vida movimentada, se limitando a tarefas domésticas e eventos relig…